Tango & Milongas


tango4.jpg tango3.jpg tango5.jpg

Tango

Buenos Aires é o berço e a capital mundial do tango, um ritmo que nasceu nas margens do Río de la Plata, no final do século XIX, como fusão de gêneros europeus e africanos.

O tango se manifesta hoje nas letras: muitas das palavras do tango vêm do “lunfardo” (gíria); a música: o bandônion lhe deu à música popular do Río de la Plata o toque de queixa e melancolia que hoje identifica o tango; e a dança.

Buenos Aires está repleta de tanguerias com orquestras e bailarinos ao vivo. Os lugares de maior destaque que têm espetáculos ao vivo costumam incluir jantar (com a possibilidade de optar entre a especialidade de carnes argentinas ou um cardápio internacional).

Também estão as “milongas”, que são lugares onde as pessoas vão dançar. Muitas delas organizam aulas —com professores especializados— antes da dança.
As aulas duram entre uma e duas horas. O ideal é tomar quatro ou cinco aulas. Desde a primeira aula os professores preparam os principiantes para que possam dominar o passo básico: oito movimentos simples que qualquer um pode aprender em poucas horas.
Para novatos e principiantes, grupais ou individuais. Tango, milonga ou valsa.

Milongas

A que horas
O salão de dança da “milonga” se compartilha com muitos casais. Para dançar cômodo, sem se bater com ninguém, você tem duas opções: é preciso chegar bem cedo ou ir embora bem tarde.

O que levar
Na hora de se preparar para dançar é indispensável levar alguns dos elementos do seguinte e básico

Kit de tango
Camiseta ou camisa extra (para trocar), gel para o cabelo (para o retoque), um par de meias (a mais), maquiagem (para o retoque), sapatos de dança (sacolinha com sapatos), sapatos sem salto (para descansar), talco para as solas (por se a pista não desliza o suficiente).

Para o homem: como convidar alguém para dançar
O dançarino de tango pode escolher entre duas opções:
- O movimento de cabeça. Homem e mulher se observam e só se a mulher mantém o olhar fixo, ele faz um movimento sutil com a cabeça que é chamado “cabecear”.
- Ou o método mais arriscado: o homem se aproxima da mesa da mulher escolhida e convida-a abertamente para dançar.

Para a mulher: O que fazer para que te convidem para dançar
Antes de mais nada, é preciso colocar os sapatos adequados. Depois se sentar olhando para o salão, com as pernas na direção do corredor, para que o homem desprevenido e caminhador se tropece com o pé. Dessa forma acontece o encontro (e o esperado convite).